• Nara Guichon

8 motivos para se plantar mais árvores




O plantio de árvores é um dos meios mais eficientes para reverter os impactos ambientais causados pelo homem na natureza. É um método seguro, eficaz e relativamente barato quanto comparado a outros modelos de regeneração do ecossistema.

Apesar disso esta é uma prática que precisa ser mais divulgada, especialmente no Brasil, onde os dados são alarmantes. Segundo os dados do IBAMA, em 2017 o Brasil cortou o equivalente a 128 campos de futebol de mata nativa a cada hora. Diante deste cenário desolador, faz-se necessário compreender os benefícios que o plantio de árvores pode trazer, não apenas para o equilíbrio natural, mas para o bem-estar da vida humana.


Confira a lista com 8 ótimos motivos para se plantar mais árvores:


1 – Árvores mantém o solo firme e evitam erosões e enchentes


Uma única árvore adulta pode absorver até 250 litros de água do solo por dia. Com mais árvores ao redor do leito dos rios a incidência de enchentes, especialmente em áreas urbanas, seria muito menor. As árvores evitam ainda a o deslizamento de encostas, que anualmente causam diversas tragédias em todo o Brasil, especialmente no período das chuvas.


A falta de árvores nas margens dos rios provoca ainda um efeito dominó. Sem árvores para proteger o solo da chuva, as poucas sementes são carregadas pela água antes de derminarem, o que causa o nascimento de menor número de árvores, mantendo um ciclo negativo. Com o plantio de árvores em regiões estratégicas é possível reverter esse quadro e garantir que a natureza faça o seu trabalho.


2 – Árvores ajudam na qualidade do ar


Essa é talvez a qualidade mais conhecida da manutenção do plantio de árvores, especialmente em grandes centros urbanos. Cada árvore adulta pode absorver até 163 kg de CO2 da atmosfera ao longo de sua vida, ou 10,11 quilos de CO2 por ano.


Parece pouco, mas quando multiplicamos por centenas, milhares de árvores, o ganho em qualidade do ar é palpável. Mas para se ter esse efeito benéfico de modo duradouro, não basta apenas plantar árvores de maneira aleatória. É preciso respeitar as espécies nativas de cada bioma, mantendo as características botânicas de cada região.


Com isso os biomas podem se regenerar mais rapidamente e potencializar a purificação do ar de modo mais efetivo.


3 – Plantar árvores ajuda a reduzir o impacto da produção de papel e madeira


Se você gosta de ler este é um ótimo habito. Mas infelizmente livros, assim como diversos outros artefatos, consomem muito papel. A produção de celulose é uma das práticas industriais de maior impacto ambiental nas matas de todo o planeta. Muitas áreas nativas são derrubadas para o monocultivo de árvores como o pinheiro e eucalipto para a extração de celulose.


É bem possível que você tenha algo em sua casa feito de madeira ou de algum composto a base dela (como MDP ou MDF). Pois saiba que outro setor responsável pela derrubada de milhões de hectares de florestas é a indústria madeireira.


Uma forma de minimizar esse impacto, além da redução do consumo desses artefatos, é plantando árvores. Assim você faz o ciclo natural girar e paga, ao menos parcialmente, sua dívida com a natureza.

4 – Plantar árvores ajuda na manutenção da fauna


Ouvir o canto dos pássaros não é apenas um prazer estético, mas prova de que mais árvores promovem melhor integração e preservação da fauna local. Ao plantar árvores você não está apenas garantindo melhor qualidade de vida para você e sua comunidade, mas estará ajudando a diversas espécies a se reproduzirem em harmonia.


Uma boa manutenção da fauna propicia um ciclo virtuoso. Com mais animais as sementes são disseminadas e geram novas mudas, mantendo o equilíbrio necessário para o desenvolvimento da vida.


5 – Mais árvores, mais frutos


Muita gente desconhece o prazer que é colher uma fruta no pé. Diante do consumo de produtos cada vez mais industrializados é urgente uma mudança dos hábitos alimentares em busca de um consumo mais orgânico e natural. Árvores frutíferas oferecem a esperança da colheita, e isso nos conecta ao nossos ancestrais que cultivavam tudo o que deveriam consumir.


Esta é uma prática que pode começar de modo simples, com a criação de uma horta pessoal, um pequeno pomar ou mesmo plantando árvores frutíferas ou plantas comestíveis em áreas verdes. Ao valorizarmos mais o poder alimentício das plantas estamos criando um caminho para uma alimentação mais saudável e para um meio ambiente mais harmonioso.


6 – Plantar árvores é um ato de realização pessoal


Todo mundo conhece a frase: ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore. Mas a maioria das pessoas esquece da verdadeira importância que é inserir mais uma árvore no meio ambiente. Ao plantar uma árvore você está deixando uma marca positiva no mundo, assumindo sua responsabilidade com o planeta e praticando um ato de amor.


Esta é uma forma de marcar sua passagem na Terra com algo construtivo, que ficará para outras gerações e impactará na vida de diversas pessoas.


7 – Plantar árvores diminui o aquecimento global


O aquecimento global é uma realidade e temos que agir imediatamente. O plantio de árvores impacta diretamente na temperatura, especialmente nos grandes centros urbanos. A fotossíntese feita pelas árvores retira dióxido de carbono da atmosfera, fixando-o em seus troncos e raízes, o que ajuda a reduzir o acúmulo de CO2 na atmosfera.


Não é uma medida definitiva, mas contribui enormemente para o equilíbrio da temperatura global.

Mais árvores também promovem mais sombra, propiciando um certo alívio, especialmente em regiões muito quentes.


A criação de parques e áreas de reflorestamento ao redor de grandes cidades ajuda na retenção de umidade, beneficiando seus habitantes e criando um ambiente mais fresco e confortável para a vida humana.


8 – Plantar árvores é um excelente exercício de foco mental


Hoje em dia, com mais e mais pessoas vivendo em selvas de concreto, o contato com a terra e os elementos naturais se tornou uma prática cada vez mais rara. O contato com a natureza, o manuseio de mudas, raízes e sementes é uma forma de conexão pessoal e intimista com o sagrado natural.


O contato com os elementos naturais é muito benéfico para a saúde mental. Diversos estudos apontam que crianças que brincam ao ar livre são menos propensas a distúrbios mentais na vida adulta. O mesmo vale para pessoas de todas as idades. Ao nos aproximarmos mais da natureza nossa mente se torna mais focada e presente.


Conheça a Apremavi


A Apremavi, Associação de Preservação do Meio Ambiente e da Vida, atua em diversas cidades do sul do país como incentivadora e mantenedora de diversos projetos de restauração da Mata Atlântica. Ao longo de mais de 30 anos de história, a Apremavi já garantiu o plantio de milhões de espécies nativas da região. O projeto Mata Legal, que atua em mais de 60 municípios, já recuperou mais de 10 mil hectares com o plantio de árvores.

Foto: Arquivo Apremavi.

Você pode se tornar um colaborador. Para saber mais informações acesse o site: https://apremavi.org.br/ ou pelos telefones:+55 (47) 3535-0119, WhatsApp: +55 (47) 98855-7323. E-­mail: viveiro@apremavi.org.br


 

1 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo