WhatsApp Image 2021-01-22 at 09.27.44.jpeg

REDES DE PESCA

 

Reuso e ressignificado 

As redes de pesca industrial são feitas de poliamida, material derivado do petróleo, portanto, altamente resistente e poluente. Estas redes, fabricadas especialmente para a indústria pesqueira, medem em média 60 metros de altura por 1,2 quilômetros de largura. É muito comum que elas sejam colocadas no oceano uma ao lado da outra para fazer um cerco muito abrangente.

Em 1998, Nara percebeu o grande número de redes de pesca industrial que eram jogadas na natureza, poluindo em larga escala diversos ecossistemas marinhos. Foi então que nasceu a ideia de dar uma nova utilidade ao material. 

Quando já não servem mais para a pesca, Nara adquire as redes pessoalmente dos pescadores que separam de antemão este material. Elas então são lavadas com jato d’água para eliminar areia, partículas de vegetais e alguns outros detritos.

Neste momento começa o processo de criação, quando a artista encontra no material bruto um novo significado. 

As redes mais finas são transformadas em xales, mantas ou podem ainda ser cortadas em tiras para a composição de tecidos artesanais.

As de redes de malha média servirão para bolsas, tapetes de acabamento mais fino e tecidos. Já as mais grosseiras e danificadas irão para a produção de tapetes.

A partir desse projeto surgiram ainda os esfregões ecológicos, produto ideal para limpeza pesada e que substitui produtos de plástico e com menor durabilidade – mesmo após 6 anos de uso contínuo, o esfregão mantém a mesma gramatura, o que comprova que, neste período, não libera microplásticos.


 

Confira alguns produtos:

20200816032255_4764995236_DMZ.jpg

Saquinhos

esponja.jpg

Esfregões

Conheça mais: